/Sistema elétrico do carro: como identificar e resolver problemas mecânicos?
Elétrico

Sistema elétrico do carro: como identificar e resolver problemas mecânicos?

O sistema elétrico do carro é muito importante para seu funcionamento, mas quando o motorista utiliza seu veículo e trafega pelas vias da cidade, geralmente não imagina a complexidade desse sistema do que ele é composto e como é o interior do automóvel.

O funcionamento do carro acontece por meio de um conjunto de várias peças, sistemas e equipamentos, e um deles é o sistema elétrico que possui componentes muito importantes.

Ele permite o pleno funcionamento do veículo, além de trazer conforto e segurança para o condutor e os passageiros, por essa razão, é considerado como um elemento fundamental para que o carro possa funcionar perfeitamente.

Os automóveis fazem parte do dia a dia das pessoas, mas mesmo assim existe muita gente com dúvidas sobre seu funcionamento e nem mesmo sabem qual é a função e importância do sistema elétrico do carro.

automóveis

Ter esse conhecimento é muito importante para garantir o pleno funcionamento do veículo e identificar o surgimento de algum problema com mais facilidade.

É necessário saber quais são os principais componentes do sistema elétrico, quais são os sinais de alerta de problemas nessa parte do carro, como identificar esses problemas e como fazer manutenções preventivas.

Componentes do sistema elétrico e seu funcionamento

O sistema elétrico do carro é formado pela bateria, alternador e motor de arranque. A bateria armazena a energia usada para o funcionamento de toda a parte elétrica do automóvel.

Igualmente, concede energia a fim de que outros dispositivos eletrônicos sejam operados adequadamente. A corrente elétrica fornecida pela bateria é muito importante em diversos processos, como:

  • Iniciação da combustão;
  • Alimentação das luzes;
  • Sistema de ignição;
  • Sistema de monitoramento.

O veículo usado por uma empresa de tela sombreamento para garagem precisa do motor de arranque, também conhecido como motor de partida, e sua função é acionar o motor principal para que o automóvel possa funcionar.

O recurso funciona por alguns segundos, mas fica inoperante a partir do momento em que a partida ocorre. Por fim, o alternador tem como propósito manter a bateria carregada e alimentar as partes elétricas do veículo.

Ele funciona como se fosse um carregador de bateria porque fornece a energia enquanto a carga é utilizada na direção.

Sinais de problemas elétricos e como identificar

Problemas elétricos no veículo são excessos que ocorrem no sistema de eletricidade do carro. Em outras palavras, são indícios de deterioração que acontecem pelo tempo de uso ou por mal uso, e a bateria costuma ser a responsável.

O motorista precisa estar atento a essas situações e contar com profissionais especializados para garantir a manutenção da parte elétrica e o uso de peças de excelente qualidade.

A tecnologia evoluiu muito nos últimos anos e é por isso que os motoristas podem contar com soluções como rastreador gps automotivo, e a parte elétrica também evoluiu bastante.

Hoje em dia, os recursos tecnológicos usados reduzem o desgaste elétrico, mesmo assim, é importante identificar os sinais de falhas nessa parte do carro.

tecnológicos

Geralmente, os problemas são provocados por falta de atenção e reparo na bateria e no alternador. Outra causa muito comum é o excesso de demanda elétrica e o constante desgaste que provoca pane elétrica.

A sobrecarga pode ser percebida por conta do uso de peças automotivas que não são feitas pelo fabricante do veículo, algo muito comum em sistema de alarme, vidros, amortecedor, suspensão e câmbio.

Entre os sinais comuns de que está acontecendo algum problema elétrico está a dificuldade para dar partida e o mau funcionamento de itens como painel, rádio e faróis.

Para identificar qualquer tipo de problema elétrico, o motorista precisa tomar alguns cuidados. Por exemplo, se o carro estiver em movimento, é necessário estacionar em local seguro e apropriado.

Saber de fato o que está acontecendo, por exemplo, problema em determinado cabo para comando elétrico só será possível com a ajuda de um profissional, mesmo assim, ao parar o veículo, é fundamental acionar o pisca-alerta.

Isso serve para que os outros motoristas saibam que o carro está com algum problema ou falha. Se não for possível acionar o pisca-alerta, então é o momento de usar o triângulo de segurança para indicar que o carro está com pane.

O condutor deve buscar auxílio adequado, entrando em contato com a seguradora do carro ou contatar o serviço de socorro na estrada. Não é recomendável ficar no interior do veículo se ele estiver com algum problema.

Também não pode fazer chupeta na bateria, porque se houver alguma pane elétrica, mesmo que o problema realmente seja a bateria, esse processo não garante que o carro volte a funcionar plenamente.

Insistir no funcionamento dessa forma pode deteriorar outros componentes, portanto, o motorista precisa consultar um profissional.

Manutenção preventiva: como fazê-la?

Manutenção é algo que faz parte da vida das pessoas, seja em um cabeamento estruturado cftv, no carro, na casa e até mesmo na saúde do próprio corpo.

A parte elétrica do veículo também precisa de revisão periódica, visto que se trata de uma parte muito delicada e que se não for bem cuidada, pode trazer sérios riscos no trânsito.

O motorista deve estar atento a vários componentes para evitar diversos tipos de problema, e eles geralmente acarretam em prejuízos e multas.

A manutenção periódica do sistema elétrico veicular é feita por um profissional especializado. Durante a revisão, ele verifica tudo o que pode ser medido ou avaliado em relação aos componentes elétricos.

manutenção

O mecânico vai medir o alternador, a descarga da bateria e o aperto dos fios de aterramento tanto na bateria quanto na lataria do carro. Também se certifica de que todas as luzes estão acesas e se compreendem suas finalidades.

Em uma empresa, um painel elétrico com barramento também precisa ser devidamente analisado para se certificar de que o funcionamento acontece normalmente.

Isso também se aplica aos veículos, e o mecânico também vai analisar outros componentes que precisam de testes para saber se estão funcionando de acordo com o que está descrito no manual do carro.

Entre os principais itens que precisam de revisão periódica está a bateria, afinal, é o principal componente do sistema elétrico e se responsabiliza por alimentar todas as outras peças.

A duração média de uma bateria automotiva é de 4 anos, caso o carro esteja preservado e passe por todas as manutenções preventivas. Pelo menos uma vez por ano é necessário verificar o funcionamento da parte elétrica com uma oficina especializada.

Os profissionais vão fazer todos os testes necessários para confirmar se a bateria está em perfeito estado de funcionamento ou se precisa ser trocada.

Os veículos usados pelos profissionais de uma agência especializada em mídia aeroporto também precisam de manutenção e análise no alternador.

Esse item é fundamental para o sistema elétrico, pois sem ele o carro só poderia usar a energia acumulada na bateria. Se houver alguma coisa anormal acontecendo, como dificuldades para dar partida no motor, é necessário ver o funcionamento do alternador.

Outras situações que indicam algum problema com ele e que serão verificadas pelo mecânico para solucionar um problema ou fazer manutenção preventiva são variações na iluminação das lâmpadas e luz de bateria do painel acesa.

Um laudo periculosidade eletricista serve para proteger pessoas que atuam com o sistema elétrico de alguma forma e por isso elas estão habilitadas a garantir a segurança das partes elétricas de uma construção.

O mecânico também é um profissional preparado e é por isso que também verifica a iluminação, considerando as lâmpadas dos faróis e das lanternas, tendo em vista que elas evitam acidentes.

mecânico

É importante dizer que mesmo que a lâmpada esteja funcionando muito bem, a troca deve ser realizada a cada 2 anos para que o motorista não tenha nenhum problema enquanto estiver usando o carro.

O profissional também vai analisar o funcionamento de setas e luzes de posição porque elas são essenciais para evitar problemas, e se houver alguma anormalidade no sistema elétrico, essas lâmpadas podem parar de funcionar.

Por fim, em uma oficina mecânica, o profissional vai usar elevador automotivo móvel para se certificar sobre o funcionamento do veículo ou realizar algum conserto.

No que diz respeito à parte elétrica, ele analisa os periféricos, que são vidros e travas elétricas que precisam da bateria para funcionar.

O carro deve ser levado ao mecânico, pelo menos, uma vez por ano para fazer a revisão desses componentes e o motorista deve evitar instalar alarme e sistema de som que não são de fábrica, pois isso pode sobrecarregar a bateria.

Considerações finais

A parte elétrica do carro é muito importante para seu pleno funcionamento e merece atenção, assim como o motor, os freios, entre outros.

É necessário contar com um profissional de confiança e capacitado para analisar o funcionamento elétrico do veículo e apontar qualquer necessidade de troca, mas isso traz mais segurança para o condutor e seus passageiros.