/O mercado imobiliário cresceu 72% com a venda de apartamentos

O mercado imobiliário cresceu 72% com a venda de apartamentos

Ao decidir comprar ou alugar um imóvel, é preciso levar diversas informações em consideração, como necessidades e preferências de todos os integrantes da família. 

Neste momento, uma das primeiras decisões a serem tomadas é: procurar por casas e apartamentos em condomínios ou não? Muito se fala sobre esse tipo de moradia, mas os benefícios em optar por ela fica evidente. 

De fato, viver em condomínios é diferente de morar em casas e apartamentos independentes. As regras de convivência são outras, mas são precisas para manter a organização do local.

Apesar de alguns comentários negativos, morar em um condomínio fechado está longe de ser uma ideia ruim. Essas residências proporcionam um nível de segurança e comodidades que poucos imóveis independentes podem oferecer. 

Os condomínios são ótimas opções para diversas famílias. Atualmente, são os tipos de moradias mais comuns. Então, basta encontrar uma alternativa que agrade em todos os aspectos (localização, tamanho do imóvel, comodidades etc) e caiba no bolso.

É verdade que taxas de condomínio são cobradas. Mas como dissemos, são diversas alternativas e com certeza, terá uma que mais agrada a família. Em alguns casos, o valor do gás e água já vem incluso a esta taxa.

Então, se comprar com imóveis independentes, pode ser que os condomínios valham muito a pena. Estes são apenas alguns dos diversos benefícios em morar nos condomínios fechados.

Acompanhe este conteúdo para entender as principais vantagens em optar por este tipo de imóvel e se apaixone. Temos certeza que se convencerá de que esta é a melhor opção. Saiba mais!

Como é morar em um condomínio?

Como dissemos, tem regras. Tudo que acontece dentro de um condomínio é decidido pelo síndico. Então a organização de funcionários, implementação de melhorias, conservação das áreas de lazer, entre outras diversas funções é responsabilidade desse profissional.

Essa pessoa é eleita pelos próprios moradores para representá-los nessas decisões. Existem as assembléias para a decisão de algumas situações, nas quais os próprios condôminos votam a favor ou contra alguma medida. 

Na grande maioria dos condomínios têm regras em relação a horários e dias para festas, barulho e ruídos. Muitos pensam que este é um ponto negativo, mas imagine que esses regulamentos não existissem. 

Com tantos moradores, as chances de problemas de convívio e brigas entre vizinhos seriam enormes, concorda? Após às 22h da noite, quando já está descansando, as pessoas do apartamento de cima começam a fazer barulho. 

Temos certeza, de que seria uma situação desagradável para você. Então, por isso, existem sim regras, mas são extremamente necessárias para manter a ordem dentro dos condomínios.

Então morar em condomínios é ter um representando na tomada de decisões diárias, votações para situações maiores e algumas regras. Cada um tem suas particularidades, mas os pontos básicos são esses.

Diante dos pontos positivos – que citaremos – esses pontos acima são quase que irrelevantes na rotina. Confira!

Benefícios de morar em um condomínio fechado

O principal benefício de morar em condomínio fechado é a segurança. Muitas pessoas se mudaram para esse tipo de moradia exatamente por isso. De verdade, é muito mais seguro.

Além das portarias, câmeras de segurança, rondas durante a noite e seguranças pelo local, alguns condomínios já oferecem tecnologias para aumentar a proteção. É o caso das entradas com as digitais.

As medidas são diversas. A segurança é realmente maior e este ponto deve ser levado muito em consideração. Proteção das pessoas que amamos é uma prioridade, concorda?

Estrutura de lazer

Outro ponto muito positivo é a estrutura de lazer. Piscina, parquinhos, campos de futebol, aulas para os pequenos, área kids, salão de jogos, churrasqueiras, ambiente de festas, entre outras estruturas são comuns dentro dos condomínios.

As possibilidades de lazer aumentam muito no dia a dia e melhor, sem precisar sair de “casa”. Para as famílias que têm crianças, os condomínios são excelentes para os manter ocupados e terem mais convívio social com outros pequenos.

Esse ponto é bastante atraente!

Comodidade

Quando dizemos comodidades, nos referimos a algumas soluções que os condomínios oferecem. Academia, feiras internas, lojas de conveniência, salão de cabeleireiro, entre outras estruturas que evitam que o morador perca tempo. 

Não será mais necessário sair do conforto do lar e gastar tempo se locomovendo até o espaço para fazer atividades do dia a dia, como a academia. Está tudo em um só lugar e isso faz total diferença na rotina das pessoas – otimização de tempo!

Qualidade de vida 

Todos esses pontos impactam diretamente na qualidade de vida dos moradores.  Segurança, lazer, comodidade, entre outros fatores, aumentam a tranquilidade das pessoas, às proporcionam mais tempo livre e opções de diversão com pessoas queridas.

Investir nesse tipo de moradia é se preocupar com o bem-estar e qualidade de vida da sua família.